Investimento de impacto: combinar estilo de vida e escolhas financeiras

3 min par ler 5 mai 22

Resumo: É possível ter um impacto no ambiente, não apenas através das ações do quotidiano, mas também através de escolhas pessoais em matéria de investimento que estejam focadas na concretização de um objetivo declarado em termos de impacto.

Queira consultar o glossário para uma explicação sobre os termos de investimento utilizados ao longo deste artigo.

Muitos de nós estão mais conscientes do que nunca sobre as escolhas que fazemos e a forma como impactamos o ambiente e a sociedade. Um número crescente de pessoas está ciente de como as mudanças no estilo de vida pessoal podem fazer uma pequena diferença, quer seja utilizando mais os transportes públicos ou fazendo donativos a instituições de caridade. 

Contudo, a diferença que uma pessoa pode fazer é muito limitada – as mudanças de estilo de vida são certamente necessárias, mas a escala e a urgência dos problemas que o mundo enfrenta significam que são necessários mais esforços. É discutível se são os governos os principais responsáveis pela resolução destes desafios. No entanto, dado o financiamento significativo que é necessário, os investidores também têm um papel a desempenhar, ou seja, a disponibilização de capital para concretizar a mudança.  

É possível ampliar o impacto das nossas escolhas no que respeita ao estilo de vida optando por investimentos focados na concretização de um objetivo declarado de impacto – podem ser objetivos ambientais, societais, em torno da diversidade e inclusão ou outro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS). Os ODS são uma articulação universalmente reconhecida dos desafios mais prementes que se colocam às pessoas e ao planeta, desde a eliminação da pobreza ao combate às alterações climáticas. Para mais informações, visite https://sustainabledevelopment.un.org/.

Embora apoiemos os ODS da ONU, não estamos associados à ONU e os nossos fundos não são endossados pela ONU.

A ideia por detrás do Investimento de Impacto (“Impact Investing”) consiste em apoiar os esforços dos governos e instituições multinacionais, direcionando o dinheiro para empresas que estejam a criar soluções para as alterações climáticas e o ambiente, como empresas de energias renováveis e de reciclagem, assim como resolver os maiores desafios que as sociedades enfrentam, incluindo o acesso a melhores cuidados de saúde e o combate à pobreza. 

Como funciona o investimento de impacto positivo?

O investimento de impacto tem o potencial para moldar um futuro financeiro e, também, o futuro do planeta. Acreditamos que a focalização em retornos financeiros a longo prazo e a preocupação com o planeta são indissociáveis. O investimento de impacto não significa apenas não dar dinheiro a empresas cujo comportamento ou atividades nos desagradam; trata-se, sim, de alcançar uma mudança positiva encorajando soluções inovadoras para os desafios que o mundo enfrenta. 

O desempenho de um investidor de impacto é medido em função do duplo objetivo de conseguir um impacto positivo ao nível da sociedade e, também, retornos financeiros. Estes impactos são frequentemente medidos em função dos ODS da ONU.

É claro que a pandemia da COVID-19 veio colocar uma ameaça enorme a muitos destes desafios em matéria de desenvolvimento, sobretudo no que diz respeito à melhoria do acesso aos cuidados de saúde. Esta crise sanitária e económica sublinha a necessidade de fazer avançar e cumprir as metas dos ODS. À medida que o tempo para a concretização destes objetivos até 2030 se vai esgotando, há que tomar medidas urgentes. 

Por que razão o investimento de impacto positivo faz sentido

Investir com um propósito é outra forma de concretizar as metas dos ODS. É um passo lógico, em frente, relativamente às nossas ações diárias como a reciclagem ou a mudança para um carro elétrico, passando para a colocação das nossas poupanças em soluções e apoiando empresas que estejam focadas na concretização de mudanças positivas. 

Sendo as alterações climáticas um dos principais desafios que o mundo enfrenta atualmente, há um reconhecimento crescente da necessidade de descarbonizar a economia global. É encorajador constatar que houve avanços significativos, quer em termos de escala escala, quer na economia da energia renovável nos últimos anos. Este domínio tem sido um foco importante para os investidores de impacto, que têm canalizado capitais privados para a energia eólica, a tecnologia solar e outras soluções sustentáveis ou isentas de combustíveis fósseis.

Os investidores têm sido atraídos, por exemplo, pelo potencial de fluxos de rendimento estáveis e a longo prazo nas empresas de energia eólica offshore – com a vantagem acrescida de saberem que os seus investimentos contribuem para resolver as alterações climáticas e os seus impactos. Mas, obviamente, os resultados registados no passado não constituem um indicador dos resultados futuros.

Os governos de todo o mundo estão a trabalhar para manter o aquecimento global bastante abaixo de 2°C acima dos níveis pré-industriais – e a envidar esforços para limitar o aumento da temperatura a 1,5°C, em conformidade com o Acordo de Paris. O investimento em empresas de energia limpa está também a contribuir para o esforço global de reduzir as emissões de carbono e acelerar a transição verde (a transição dos combustíveis fósseis para fontes de energia mais limpas).

Assim, o investimento em empresas que estão a ter um impacto positivo direto na tentativa de mitigar os efeitos das alterações climáticas, sobretudo através da produção de energias renováveis ou do aumento da eficiência das energias renováveis que está a ser produzida, parece ser um passo na direção certa. 

Investir num propósito e para lucro

Muitas pessoas estão interessadas em reduzir o impacto ambiental das suas ações pessoais. Há, cada vez mais, o reconhecimento de que podem ter um impacto positivo através das suas escolhas financeiras pessoais – ambas as coisas se complementam. 

O investimento de impacto permite à pessoa prosseguir os seus objetivos sociais e ambientais, assim como obter ganhos financeiros para o futuro. Assim, propósito e lucro parecem ser conciliáveis. O investimento de impacto direciona o capital para empresas que procuram ativamente proporcionar soluções para os maiores desafios do mundo, procurando ao mesmo tempo obter retornos financeiros apelativos sobre o seu investimento no longo prazo.

As opiniões expressas neste documento não devem ser consideradas como sendo uma recomendação, conselho ou previsão. Não nos é possível dar conselhos financeiros. Caso tenha qualquer dúvida sobre a adequação do seu investimento, deverá falar com o seu consultor financeiro.

O valor e rendimento dos ativos de um fundo diminuirão e também aumentarão, o que fará com que o valor do investimento desça e suba, pelo que o investidor poderá receber menos do que inicialmente investiu.

Noticias relacionadas